IAMG lança campanha #DeixaElaTrabalhar/IAMG

11/06/2018 Autor: IAMG


O Instituto dos Advogados de Minas Gerais (IAMG) promoveu no começo deste mês (04/06), o lançamento da Campanha Deixa Ela Trabalhar. O evento foi realizado no auditório do Conservatório da UFMG e contou com a participação de renomadas profissionais de carreira jurídica. Elas debateram sobre assédio às mulheres nos ambientes forenses e acadêmicos.

O encontro marcou o primeiro passo na busca por mais respeito às mulheres nos ambientes em que a participação masculina é majoritária. A iniciativa do IAMG visa chamar atenção de toda a sociedade para a questão do assédio moral e sexual.

Até o Dia Internacional da Mulher de 2019, o IAMG promoverá diversas ações sobre esta temática, utilizando os canais de comunicação do Instituto para levantar um debate mais amplo, assim como ações de extensão e de pesquisa. Haverá também lançamento de vídeo institucional sobre o tema e distribuição de bótons com material informativo em universidades e órgãos do Judiciário.

Neste encontro de lançamento da campanha, as profissionais de carreira jurídica apresentaram relatos de discriminação, preconceito e assédio contra a mulher no trabalho e na academia. A Orquestra Jovem do Tribunal de Minas Gerais, composta por cinco musicistas fez uma apresentação emocionante.

A vice-presidente do IAMG, Sofia Rabelo defendeu a necessidade de termos um amadurecimento da sociedade: “Acredito que chegaremos em um momento em que haverá uma condenação social, cultural a qualquer gracejo, deboche, qualquer tipo de violência que muitas vezes não nos tocamos sobre a tamanha a permissividade que nós vivemos”, disse Sofia Rabelo.

A mesa foi composta pela desembargadora aposentada, Mônica Sette Lopes que mencionou sobre perseguições ás mulheres no Judiciário; reitora da UFMG, Sandra Goulart que relatou casos de assédio na universidade; a desembargadora do TJMG, Karin Emerich que defendeu a importância das mulheres se unirem nesta causa; a defensora-geral do estado de MG, Cristiane Procópio que falou sobre a necessidade das mulheres ocuparem os espaços; a vice-presidente da OAB Minas, Helena Delamonica que apresentou dados sobre a atuação das mulheres na advocacia; e a conselheira do IAMG, Maria Celeste Morais Guimarães que abordou a questão da equiparação de salários nas empresas.

Todas as palestrantes convidadas elogiaram a iniciativa do IAMG de promover a campanha, idealizada pelo presidente Felipe Martins Pinto. Ele defendeu a importância de levar este debate para a comunidade jurídica:

“Hoje temos um número maior de mulheres nas carreiras jurídicas e elas ainda enfrentam problemas relacionados ao assédio. No Brasil, permanece a cultura de considerarmos que o assédio é normal e aceitamos a ofensa travestida de cantada. É por isso que resolvemos trazer este assunto para debate com toda comunidade jurídica e acadêmica”.

CONTATO

Rua Grão Pará, 737 conj. 301
Santa Efigênia - Belo Horizonte / MG - CEP: 30150-340